Categorias
Mundo

O que é cal, por que a polêmica sobre a foto da capa de Kamala Harris?

Há muito tumulto com a foto de Kamala Harris na próxima capa da Lifestyle Magazine Vogue, uma popular revista de moda e estilo de vida. Harris é a primeira índia americana e a primeira afro-americana a ser eleita vice-presidente dos EUA no gabinete do recém-eleito presidente Joe Biden. Para ressaltar esse feito, a Vogue publicou uma foto exclusiva de Kamala Harris na capa de sua edição de fevereiro, que está enfrentando críticas generalizadas.

Assim que duas fotos da capa da próxima edição de fevereiro foram lançadas no Twitter da Vogue no domingo, surgiram questões sobre o pensamento por trás da edição das fotos. A controvérsia se aprofundou e as alegações de racismo também começaram. As alegações foram negadas pela Vogue, mas até as últimas notícias, não houve comentários oficiais do governo Biden.

Leia também: – O que fará Biden, as paredes que foram erguidas por trunfos?

Qual é a polêmica e por quê? Uma das fotos que a Vogue propôs para a capa foi compartilhada nas redes sociais, na qual Harris é visto usando um tênis Converse e uma jaqueta preta Donald Deal e parado na frente de um fundo rosa e verde. Na segunda foto, Harris é visto em um terno Michael Course quase azul-celeste em frente a um fundo dourado.

O vice-presidente eleito @KamalaHarris é nossa estrela da capa de fevereiro! Fazer história foi o primeiro passo. Agora Harris tem uma tarefa ainda mais monumental: ajudar a curar uma América fragmentada – e tirá-la da crise. Leia o perfil completo: https://t.co/W5BQPTH7AU pic.twitter.com/OCFvVqTlOk

– Vogue Magazine (@voguemagazine) 10 de janeiro de 2021

Agora há um alvoroço com essas fotos porque, no dia 20 de janeiro, as fotos da primeira mulher negra que vai se tornar a vice-presidente da América foram editadas de forma que parecem ‘justas’. A equipe de fotografia e edição da Vogue é constantemente criticada por direcionar esse tipo de pensamento.

Leia também: – Onde não há carros … Os sonhos de tal cidade foram vistos antes, mas o que aconteceu?

Por outro lado, a editora-chefe da Vogue, Dame Ana Wintour, rejeitou todas as acusações, dizendo que o tom de pele de Harris não foi alterado na foto. No entanto, no início do ano passado, na época do movimento Black Lives Matter, Vintur admitiu que seu jornal não percebeu sua sensibilidade para com as minorias.

O que é branqueamento?
Na indústria da moda, o termo é usado quando o tom de pele de uma pessoa é limpo em uma foto. Em termos gerais, quando a pele escura ou escura se apresenta em um tom branco ou branco, é denominado cal. É também considerada uma ‘escala de beleza centrada na Europa’ no mundo da moda.

Leia também: Como a guerra entre Trump e Twitter: datas importantes em 3 anos

Claramente, isso é indicativo de pele clara, ou seja, pensamento racista. De acordo com seus padrões de beleza, manipular o tom natural da pele de uma pessoa e mudá-lo é chamado de branqueamento, cujas acusações estão aparecendo na Vogue no caso do filme de Harris. Também é um fato que, no mundo da moda, muitas vezes aconteceu que a edição de fotos tornou o tom da pele branco.

News18 Creative

Histórias relacionadas com a branqueamento
No início de 2011, houve alegações na capa da Vogue britânica de que a foto da famosa artista Rihanna também foi pintada de branco. Mesmo assim, a revista negou a acusação. Além da Vogue, Elle, outra revista conhecida, também foi acusada de pintar de branco uma foto de Gabor Sidibe, um artista indicado ao Oscar em 2016.

Leia também: – Aniversário de Priyanka Gandhi: ‘Indira do século 21’, que fez seu primeiro discurso aos 16 anos

Não só isso, em 2018, a revista de celebridades Halo foi colocada no banco dos réus por uma adulteração semelhante com fotos da famosa modelo e atriz negra Naomi Campbell.

Apartheid e a indústria da moda
Não apenas revistas ou celebridades famosas, esta edição também dominou o mundo da publicidade. Em 2008, foram feitas acusações de branqueamento do ed de Laurel, fosse uma foto da cantora Beyonce Knowles ou uma foto da atriz Freida Pinto para a mesma marca em 2011. Em 2017, houve muito clamor sobre uma mulher negra ser loira no Ed de Dove. Dove também teve que se desculpar.

Na foto da modelo e empresária Naomi Campbell, as revistas já foram polêmicas antes por mudar o tom de pele.

Desde a tenista japonesa Naomi Osaka até a indústria cinematográfica, esses casos foram relatados várias vezes. Os críticos acreditam que as raízes do apartheid são tão profundas que, na hora do casting, há discriminação na seleção de artistas negros e brancos. Angelina Jolie, Ben Affleck, Scarlett Johansson e Emma Stone foram escalados para personagens que não eram da comunidade branca.

Qual é a reação da equipe de Harris?
Não há resposta da equipe de Harris sobre a polêmica que surgiu em torno da foto de Kamala Harris para a capa da Vogue. Mas em um relatório, foi definitivamente dito que a foto do traje de céu foi finalizada pela Equipe Harris para a capa. Enquanto outro relatório disse que a equipe de Harris aprovou ambas as fotos para capa.